Buscar
  • Claudio Pfeil

DE VOLTA AO ESGOTO DE ONDE NUNCA DEVERIA TER SAÍDO


"É tudo histeria e conspiração!!! - Aplauso para Bolsonaro" - Luff, Jornal alemão, Stuttgart



O bolsonarismo afundou antes de começar: naufrágio anunciado. Ninguém pode dizer que não sabia. Agora, bolsonaristas alegam "justificativa" para o caos de que são os únicos responsáveis: antes era o PT, agora é o coronavírus.

O modelo econômico de Guedes é falido. Fizeram um assassinato da Previdência com a promessa de que a economia iria decolar. Decolou sim: para o abismo total, moral, social, econômico.

E o País nas mãos de um fascista insano, totalmente irresponsável e inapto: em meio a uma epidemia global que parou o planeta e ameaça a humanidade de morte, acusa a imprensa de "espalhar o pânico" acerca do coronavírus, o qual voltou a chamar de "gripezinha", e diz que a rotina no país deve retornar à realidade.

Toda essa insanidade política poderia ter sido evitada se a mídia não tivesse "demonizado" a esquerda, sobretudo o PT, mediante heroização da farsa Lava-Jato, cujos expedientes conspiratórios do ex-juiz Moro e seus comparsas em favor do "mito" foram revelados em toda sua sordidez por INTERCEPT. Grande parte da classe média - a "elite do atraso" - entrou nessa. Complacência abominável com a incivilidade em nome de um fantasma inventado.

Agora muita gente - dentre eles jornalistas como Miriam Leitão, Fábio Pannunzio, Reinaldo Azevedo - se dá conta do engodo e do estrago, embora a bolha bolsonarista continue a despejar seu esgoto nas redes sociais.

Bolsonaro nunca deveria estar onde está. Mas uma vez estando, sobram motivos imperativos para devolvê-lo ao esgoto de onde ele e o bolsonarismo nunca deveriam ter saído.

Isso sim será “retornar à realidade”, voltar à rotina normal, respirar, sarar.

Claudio Pfeil


19 visualizações0 comentário