Buscar
  • Claudio Pfeil

Zumbi dos Palmares, a Consciência Negra e a invisibilização dos heróis e pensadores negros.

ZUMBI DOS PALMARES


A história de Zumbi está envolvida em mistério. Os relatos que existem foram escritos por portugueses ou holandeses. Não temos a versão em primeira pessoa. Durante décadas, acreditou-se na versão do jornalista Décio Freitas, de que Zumbi nasceu em Palmares, foi sequestrado ainda criança, criado por um padre, com quem aprendeu português e latim; na adolescência, Zumbi fugiu e voltou para o quilombo onde se tornou um líder.


Atentar para o uso político dessa versão. O líder da resistência negra ter sido educado por um padre português. Não é curioso? Essa versão atualmente não tem o respaldo da historiografia, pois se embasa em documentos a que somente o autor do livro teve acesso.


O que se sabe?




Que Zumbi nasceu livre no Quilombo dos Palmares em 1655 Em 1678, o líder de Palmares era Ganga Zumba (natural do Congo). Depois de dezenas e anos de lutas, ele recebeu uma oferta de paz das autoridades coloniais. Nessa proposta, o governador da capitania


concedia a liberdade para os nascidos em Palmares, mas todos que fossem fugidos deveriam retornar a seus antigos donos.


Ganga Zumba teria acertado essa oferta, mas Zumbi foi contra. Ele teria defendido que a liberdade fosse uma conquista para todos. Ganga Zumba foi assassinado e Zumbi assumiu a liderança do quilombo, em 1678. Ele resistiu, durante quase 20 anos, aos ataques dos portugueses.


Domingos Jorge Velho foi o bandeirante paulista que destruiu Palmares. Ele atacou com centenas de homens e até 6 canhões. Outro mito é o de que Zumbi teria cometido suicídio em 1694. Hoje se sabe que Zumbi ainda resistiu durante 2 anos. Foi morto após ter seu esconderijo denunciado, no dia 20 de novembro de 1695. Foi decapitado e sua cabeça levada para Recife onde ficou exposta em praça pública. 200 anos antes da abolição.


O QUILOMBO DOS PALMARES


O Quilombo dos Palmares surgiu no final do século XVI



Região de Serra da Barriga. Hoje município de União dos Palmares/AL

A primeira expedição dos colonizadores 1602

No período da invasão holandesa no Nordeste (1630-1654).

Guerra entre portugueses e holandeses aumentou o número de fugitivos e pessoas que chegaram a palmares.

Chegou a ter 20 mil habitantes

O quilombo resistiu por cem anos a dezenas de invasões.


COMO SURGIU O DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA?




Por que dia 20 de novembro?

Nos anos 1970, a data da morte de Zumbi, descoberta por historiadores

1978 - MNU - Movimento Negro Unificado contra a Discriminação Racial, em um congresso São Paulo, elegem Zumbi como um símbolo da luta e resistência dos negros escravizados no Brasil, bem como da luta por direitos da população negra atual.

2003 - Durante o governo Lula se aprova a Lei nº 10.639, determina a inclusão da temática “História e Cultura Afro-Brasileira” no currículo escolar. Nesse mesmo documento, ficou estabelecido que as escolas iriam comemorar a consciência negra:

2011 - no governo Dilma, pela Lei nº 12.519 que a data foi oficializada. Mas a lei não transformou a data em feriado nacional, assim, os governos de cada estado e cidade do Brasil devem optar por ser feriado ou não. Hoje é feriado em mais de mil municípios, ou 1/5 do total. É feriado estadual no Rio de Janeiro, Mato Grosso, Alagoas, Amazonas, Amapá e Rio Grande do Sul.


Vídeo mostrado durante a aula:

Kizomba, Festa da Raça (Luiz Carlos da Vila) Vila Isabel, 1988 - Centenário da Abolição

https://youtu.be/kWPaBGbXqDw


O vídeo abaixo, exibido durante a aula, teve que ser cortado por direitos autorais Lázaro Ramos e Diva Guimarães l Espelho

https://youtu.be/oGRoRHtHv6Q

3 visualizações0 comentário